Equipe da Rede Superpops

A Rede de mercados Superpops foi lançada no ramo varejista em 2007 e vem atuando nas regiões do Rio, baixada e região serrana e com projeto de expansão para outras áreas. A sabedoria e a vasta experiência na área alimentícia dos presidentes, Deoíris da Silva Nicácio, foi o que motivou a iniciarem esse trabalho, pois perceberam que havia a necessidade de suprir a falta de alguns itens de extrema importância para a satisfação total dos consumidores. A partir daí, seguindo a filosofia de inovação, a rede cresceu bastante.

 

Pode-se dizer que o inicio não foi nada fácil, contando com uma pequena estrutura e apenas oito associados, somávamos muita força e a vontade de crescer. Mas ao passar do tempo percebemos que isso não seria tarefa difícil, pois com um ano de associação, já estávamos com 18 lojas e uma vasta carteira de clientes satisfeitos. O que era muito valioso para nós. Hoje temos a união de 17 lojas e recebemos inúmeras solicitações de lojistas querendo inserir seus mercados.

Diferencial
 
Temos a grande satisfação de relatar que hoje investimos constantemente em tecnologia, marketing estratégico e parceria com empresas do ramo alimentício, para sempre garantir preços baixos e todos os associados tem direito de voto na reunião mensal para decidir quais os produtos entrarão no tablóide e sem deixar de citar a qualidade no atendimento de nossos funcionários que regularmente realizam cursos com um profissional capacitado. Esses valores, você associado e cliente amigo só encontra aqui na Rede de Mercados Superpops.
 
Porque se associar a Rede de Mercados Superpops
 
Motivos não faltam para você mercadista aderir a essa parceria de sucesso. Leiam o texto abaixo. Segundo a tese “Uma investigação sobre a importância da operação com centrais de negócios para o consumidor final em supermercados de vizinhança”, apresentada pelos estudantes de engenharia de produção da Universidade de São Paulo – USP, o varejo vem tendo crescente impacto nas diversas fases dos negócios e da economia tendo sido fruto de profundas analises nas ultimas décadas. Para reduzirem o impacto da predominância de grandes redes nacionais e internacionais no país e se tornarem mais competitivos, alguns supermercados de pequeno e médio porte estão se associando em centrais de negócios, também conhecidas como redes de compras, centrais de compras ou rede de negócios.
 
Geralmente, o objetivo  primordial dessa central de negócios é conseguir uma melhor negociação junto aos fornecedores e obter, assim, preços mais atraentes e prazos de pagamento maiores. Cada vez mais essas centrais se firmam como alternativa para empresas de menor porte se sobressaírem em um cenário de competição acirrada. Esse tipo de associação visa através da união de esforços, tirar proveito das vantagens que esse conceito proporciona. Com as centrais de negócios, as negociações são realizadas por profissionais centrados apenas nessa atividade, havendo, assim, uma especialização do processo de compra. Isso resulta na redução dos preços das mercadorias.